Queridos Leitores,

Muitos de vocês já devem estar se perguntando: Pô, porque o DD anda editando e manipulando comentários?
Você que é curioso e gosta de um "embate" ideológico, baseado em fatos e na lógica, já deve ter percebido que o Sr. Marcelo DD utiliza de golpes baixos e manipulação suja para evadir-se da discussão de mérito.

Esse post, além de denunciar mais um comentário editado e manipulado, também irá analisar o discurso de Marcelo DD, o qual qualifico como "Farsa Ideológica". Seu objetivo é lançar uma cortina de fumaça para que se torne uma vítima e um mártir de supostos religiosos fundamentalistas que o estariam perseguindo.

Abaixo publico meu post original, em resposta à pergunta do Sr. Thibas, originada nesse post AQUI. Marco em vermelho as partes que o Sr. Marcelo DD quis ocultar, junto de suas respostas (em negrito). Em azul, explicarei porque quis o Sr. DD ocultar essas informações de seus leitores. Justo ele, que em sua hipocrisia acusa a Igreja de manipular os textos bíblicos, utiliza dos mesmos artificios por ele condenados para enganar aos leitores:

"Thibas,

Como vai?
Graça e Paz

Veja bem Thibas, eu nao posso responder pelo Padilha entao vou responder por mim mesmo. Minha verdadeira intençao:

1- Minha verdadeira intençao: Impedir que a imagem de Jesus seja desconstruida por informaçoes falsas, mentiras, associacoes enganosas e todo tipo de afirmaçao mentirosa. Como faço isso? Baseando-me em fatos, documentos e lógica.

Aqui mesmo nesse Blog desmenti a enganaçao da historia de Isis com fatos documentais. Atraves de Isis queriam estabelecer um paralelo falso sobre a concepcao de Cristo, enganando o leitor com falsas informacoes.

@MDD - Neste ponto, a Igreja é livre para expressar a opinião dela e a coluna a minha. Aliás, ela já faz isso há 1600 anos, desde Constantino. Todo mundo já sabe qual é a “imagem de Jesus” que vocês possuem, baseada em “lógica irrefutável” e “argumentos incontestáveis bíblicos”… eu estou oferecendo outra versão aqui e os leitores é quem julgarão qual tem mais coerência.

Aqui nesse comentário o colunista diz que "a Igreja é livre para expressar a opinião dela" e que oferece "outra versão". Que versão será essa? Onde está documentada? Essa versão não existe porque não está documentada, portanto é inventada por ele ou por sua ordem.

A versão que eu expus não é uma opinião, é um fato documentado. Nem tampouco é opinião de alguma igreja. Eu estou afirmando que nos documentos "livro dos mortos" e "paredes das pirâmides" o mito de Isis é totalmente diferente. Não se menciona virgindade, pelo contrário, e não se menciona um suposto espírito-santo Nef e sim a irmã de Isis, Nephtytis, que lhe ajudou a embalsamar o corpo de Osiris.

No fim do texto o Sr. Marcelo DD me acusa de enganar a inteligência dos leitores com "joguinhos de palavras" e de jogar "desinformação". O que vocês leitores, cristãos ou não, pensam disso?? Minhas informações estão plenamente documentadas. E as dele?

Quem é que insulta o leitor com joguinhos de palavra e desinformação? Acho que está bem claro aqui já que o colunista segue fugindo da explicação.

Tambem combati de frente a deturpaçao do numero 40 pelo 49, mostrando com fatos das escrituras que o 49 foi inventado pelo senhor DD. Tudo isso foi feito para dizer que o significado dos periodos de 40 anos (ou 49 segundo o Sr. DD) tem relaçao com um suposto ritual mágico cabalista. Solicitei do autor que me mostrasse estudos de eruditos dizendo que o verdadeiro é 49 e que houve uma traduçao errada das escrituras. Até agora nao recebemos nada a respeito disso.

O sr. DD segue em silencio sepulcral e ate agora nao respondeu a mim ou aos leitores a respeito disso. Eu tenho o direito e me sinto na obrigaçao de salientar esses fatos já que estao falando de meu Deus e de minha religiao.

@MDD - Veremos isso mais para a frente. Não respondi ainda porque, pela ordem, o “Perguntas e Respostas” onde vamos tratar da questão do 49 = 4+9 = 13 = 1+3 = 4 = 4+0 = 40 seria publicado apenas mais para a frente e você resolveu atropelar a minha explicação nos comentários, ao invés de esperar a resposta nas colunas como todos os outros aqui. Eu não estou em “silêncio sepulcral diante da sua sabedoria bíblica”, estou seguindo a ordem coerente dos posts.

Nessa resposta o Sr. Marcelo edita meu comentário por motivos óbvios. Não possui nenhuma comprovação de que a Bíblia foi traduzida errada, pelo contrário, apresenta uma conta confusa para concluir que 49=40??? Nem sequer en numerologia essa conclusão seria válida, é simplesmente patético.
Obviamente que, para desqualificar o pensamento lógico, ele o chama ironicamente de "sabedoria bíblica" disfarçando o fato de que a Bíblia era exatamente o que estava em discussão. Ou seja, ele mesmo tocou no tema, mas evita de discutir em cima deste mesmo documento. Dá pra entender?

2- Deixar claro aos leitores que ainda têm um pouquinho de respeito por Cristo e seu sacrifício que estejam atentos ao discurso Maçônico. Que saibam que o objetivo principal da Maçonaria é destruir a Igreja de Cristo (Catolica e Evangelicas) e que a eles pouco importa de se perder ou sacrificar almas de inocentes para atingir esse objetivo (casualties). Sr. DD declara isso abertamente no post: Perguntas e Respostas: O Natal e o Papa.
Nesse sentido, duvido muito que eu e o Sr. DD joguemos no mesmo time.

@MDD - Realmente, estamos em times opostos. Vamos ver a quantidade de mentiras, manipulações e falácias que você colocou só neste parágrafo:
1) apelo emocional aos leitores para invocar simpatia pela sua causa através do “pouquinho de respeito por Cristo e seu sacrifício”.

Hummm. Deixe-me ver, o fato de Jesus ter sido crucificado (independente de suas teorias de que foi retirado antes de morrer) não é digno de respeito e emoção? Pelo que devemos ter respeito então?? Pelas suas teorias sem comprovação? Puro blábláblá.

2) induzir por esta primeira frase que realmente houve um “ele se sacrificou por todos nós”, mote da Igreja Católica/evangélica martelado à exaustão nos fiéis em seu discurso de lavagem cerebral.

Aqui ele chegou exatamente onde eu queria. Notem que todos os defensores do misticismo, da gnose, e de "ordens secretas" acusam as Igrejas Cristãs de lavagem cerebral. Amar a Jesus e crer na Bíblia agora passaram a ser qualidades negativas.

Serão as pregações dessas igrejas muito diferentes da lavagem cerebral que ele mesmo recebeu e está impondo aos seus leitores ao editar comentários e ao fugir do debate?? Meio contraditório... Aliás, o fato de estar esbravejando e dirigindo injúrias e calúnias contra minha pessoa apenas demonstra que o fundamentalista que passou por lavegem cerebral é ele mesmo... Pensem nisso.

3) induzir, pela primeira frase, que o “discurso maçônico” estaria em oposição ao “respeito por Cristo”.

Eu não induzi. Eu falei claramente. E também provo. Quem declara isso é o próprio Albert Pike, líder máximo da Maçonaria de Rito Escocês. Está escrito em seus livros, como por exemplo "Morals and Dogma". Os leitores podem ler AQUI as suas várias frases contra Cristo (Adonay) e em favor de Lúcifer. Aliás, eu sempre o menciono em meus comentários, mas o Sr. DD segue editando.

4) fazer uma confusão entre o Templarismo e a maçonaria atual em relação à Igreja.

Qual confusão? Que a Maçonaria é herdeira dos templários e que quer destruir a Igreja Católica (e por consequência todas as Igrejas Cristãs) não é uma afirmação originalmente minha. Essa afirmação é sua, esqueceu? O senhor anda sofrendo de amnésia ou simplesmente não quer que os leitores se lembrem? Estou esperando que o senhor pare de editar meus comentários e assuma suas declarações que estão bastante claras no post Perguntas e Respostas: O Natal e o Papa, em resposta ao Sr. Conrado.

5) tentar associar por meio de palavras (especialmente “destruição”) como se fosse algum ataque terrorista ou algo parecido. A “destruição” destas Igrejas dogmáticas e manipuladoras acontecerá naturalmente quando as pessoas passarem a pensar por si mesmas e não precisarem mais dos “atravessadores espirituais”. Ela ruirá sob suas próprias mentiras.

No post Perguntas e Respostas: O Natal e o Papa, em resposta ao Sr. Conrado está bastante claro o sentido de "destruição" que o Sr. quis dizer. Deixo que os leitores tirem suas conclusões.
Na fé crist
ã, o meio de chegar ao Pai é através de Jesus Cristo. Ao dizer que não precisamos mais de "atravessadores espirituais" o Sr. está se referindo à Igreja ou a Cristo??

Ao dizer que as Igrejas são mentirosas, então quem detém a verdade, a maçonaria? E pensar que o Sr. me acusa de querer ser o "dono da verdade". Mais uma incoerência de sua parte, entre tantas.

E por falar em Igrejas "dogmáticas" o sr. esquece que mesmo a Maçonaria tem os seus "dogmas"? Esqueceu-se do livro "Morals and Dogma" de Albert Pike? Esqueceu-se do significado de Dogma? Vá pesquisar no Aurélio.

6) associa a ICAR e as caça-niqueis evangélicas à “Igreja de Cristo” quando, na verdade, os ensinamentos destas são radicalmente opostos às pregações Essênias de Jesus, que estariam muito mais próximas dos ensinamentos espíritas, rosacruzes e cátaros.

Ok, aqui não vou entrar no mérito. É uma opinião sua. Porém, está tomando para si o título de "Dono da Verdade" sem respeitar a filosofia alheia. Isso é conhecido como hipocrisia se consideramos o discurso maçon sobre os homens de "livre pensamento".

7) tenta associar novamente a maçonaria ao “terrorismo” com uma frase de manipulação emocional (”pouco importa de se perder ou sacrificar almas de inocentes para atingir esse objetivo”)… puxa, até eu fiquei com dó das tais “almas inocentes”.

A declaração de que esta é uma Guerra onde há "casualties" aceitáveis é sua mesma. Se há uma associação ao terrorismo, foi o senhor mesmo que a criou. Se isso não é verdade, desminta suas próprias palavras que está no post Perguntas e Respostas: O Natal e o Papa, em resposta ao leitor Conrado (mas sem editar ou manipular o post em questão). Te recordo que muitos leitores já leram esse post e vão perceber qualquer alteração. Eu mesmo já guardei uma cópia como recordação.

Esta é a razão pela qual eu não perco meu tempo respondendo aos seus textos, amigo da Espada do Espírito. Sua técnica “Padre Quevedo” de jogar desinformação deve achar que meus leitores são idiotas. Por favor, não insulte a minha inteligência nem a de meus leitores com joguinhos de palavras."

Quero dizer ao Sr. Marcelo que os leitores são inteligentes. Em vez de insultar sua inteligencia eu a estimulo porque quando o Sr. fala sobre mitos Egipcios, eu os respondo usando como base documentos egípcios. Quando o Sr, fala sobre a Bíbia e seus pretensos erros e significados, eu respondo usando as própria Bíblia referindo-me a outras passagens (como no caso do número 40) e quando o Sr. fala sobre Maçonaria, eu respondo usando suas próprias palavras ou os textos de Albert Pike, seu líder. Isso demonstra respeito e cuidado pela inteligência do leitor.

O Sr. DD me acusa de fundamentalista, no entanto sou eu quem mantém a discussão no exato tema em que foi iniciada e usando dos mesmos documentos referidos pelo colunista.

Ou seja, quando ele fala de lendas egípcias, eu respondo e contesto usando o Livro dos Mortos e mencionando as paredes das pirâmides, quando ele fala da Bíblia eu respondo com passagens do mesmo documento (como no caso do número 40) e quando ele fala de Maçonaria eu uso suas próprias palavras e também as de Albert Pike, seu líder máximo.

E isso n
ão tem nada de fundamentalismo. Isso é usar do critério, bom senso e lógica. Isso é respeitar a inteligência do leitor, ao contrário do que o Sr. DD me acusa.

O Sr. DD nunca menciona referências, usa de impropérios e calúnias se faz de vítima de uma conspiraç
ão fundamentalista e, ainda por cima, altera, edita, censura e corrompe os comentários. Me acusa de usar "joguinhos de palavras" e "desinformação".

Pois bem, creio que todos podemos concluir quem é a pessoa que insulta a inteligência dos leitores."

Que tenham um ótimo dia.

Graça e Paz!!!
Albert Pike


STATUS: MANIPULADO
(aguardo publicação na íntegra)

8 comments:

pois é... é uma luta meio desleal! fora a retórica dele...

HeryckDM said...
May 2, 2008 at 11:38 AM  

É sempre bom ouvir os dois lados

Samuel M. said...
May 2, 2008 at 2:03 PM  

Caro Albert Pike,

Vi seus comentários em meu blog e decidi vir até aqui. Sei que não é nem um pouco louvável - muito pelo contrário - censurar comentários que não contenham ofensas pessoais, e devo admitir que desconheço as razões do MDD para fazê-lo. Isso não me impede, contudo, de acompanhar a coluna e admirar o trabalho e a pesquisa dele.

Todos os seres humanos têm defeitos - incluindo aí eu, você e ele -, e se eu não fosse capaz de relevar isso não poderia sequer viver em sociedade. Não seria capaz nem mesmo de estagiar com direito penal, como estagio, no Ministério Público elaborando pareceres em habeas corpus. Se sou capaz de redigir um parecer pela soltura de assassinos, traficantes e estupradores, seria no mínimo hipócrita não relevar o fato de alguém querer evitar discussões mais acaloradas na coluna que ele próprio escreve.

Não é o deus da bíblia que diz que devemos sempre perdoar as pessoas, porque só ele é capaz de julgar? Faço meu possível para isso, em relação a qualquer pessoa que conheço. Claro que é difícil, mas faço o que está a meu alcance.

Assim como você, também tenho uma sólida formação cristã - católica, mais especificamente. Sou batizado e crismado dentro da Igreja Católica Romana. Estudei a vida inteira em uma escola católica, então acho que conheço a interpretação mais tradicional da bíblia.

Contudo, nunca me satisfiz com isso, e fui gradualmente me afastando. Já tive contato o espiritismo e o budismo. Alguns amigos evangélicos já me convenceram, por duas vezes, a assistir a um culto. Com o tempo, acabei por abandonar até os dogmas mais básicos do cristianismo. Hoje me considero panteísta, sem religião definida, e consigo ser perfeitamente feliz assim. Não acredito em um deus pessoal, com identidade, nome, figura e personalidade definidos. Acredito que isso seria limitá-lo, o que, na minha concepção, vai contra a idéia de divindade absoluta, onipotente e onipresente. Acredito, sim, em um deus cósmico, que permeia todo o universo, desde a mais insignificante bactéria à maior das galáxias. Ao mesmo tempo, tento ser uma boa pessoa, ser honesto e humilde. Acho que, mais que seguir um deus ou uma religião, é isso que importa, não?

Quanto a ser partidário dos "ensinamentos do MDD" (que não são dele, mas de Ordens como a Maçonaria e a AMORC): quando comecei a acompanhar a coluna, vi que ele estava apenas sistematizando coisas em que acreditava há algum tempo, ainda que sem muito embasamento.

Como já dizia o grande Mário Quintana, em seu Espelho Mágico:

"Qualquer idéia que te agrade,
"Por isso mesmo... É tua.
"O autor nada mais fez que vestir a verdade
"Que dentro em ti se achava inteiramente nua".
(Mário Quintana - Das Idéias)

Não sei se você conhece a obra do Quintana: ele tem uma grande percepção da alma humana, e me identifico de uma foram ou de outra com cada poema dele que leio.

Se acompanho a TdC é porque me identifico com as idéias ali expressas. Pouco me importam os supostos jogos de palavras. Foi isso que me inspirou a solicitar afiliação à AMORC, e os ensinamentos rosacruzes têm me feito um bem indescritível - muito mais do que indo a uma igreja, católica ou protestante, ou simplesmente lendo a bíblia. É o caminho que decidi seguir - não foi Ele que, segundo a crença judaico-cristã, nos deu livre-arbítrio pra escolhermos que caminho seguir?

Mais, mesmo dentro do caminho do misticismo, sou livre para discordar e rejeitar aquilo em que não acredito. De um modo geral, acabo sempre deixando passar as colunas sobre magia, para dar um exemplo.

Então, alguém pode dizer que meu caminho está errado, que é coisa do capeta, e que vou arder no fogo do inferno por toda a eternidade, por conta disso. Não acredito no diabo - outra crença que custei para abandonar. Posso ter caído no truque dele, de fazer-me acreditar que ele não existe? Claro, sou humano, e não estou à prova de falhas. Posso SEMPRE estar errado.

Mas como saber o que é certo e o que é errado, o que é bom e o que é mau? Parece simplesmente não haver nem bem nem mau absoluto, nada que seja eternamente certo, nem nada que seja ontologicamente errado. Fazendo uma análise histórica e sociológica, a conclusão a que chego é de que isso não passa de conceitos humanos, para organizar a vida em sociedade. Se não o único, talvez o melhor jeito de saber o que é certo e o que é bom seja consultando seu próprio coração, e o meu diz para continuar no caminho que sigo hoje.

Paz Profunda.

Sávio said...
May 2, 2008 at 5:42 PM  

Albert,
Evidencio aqui que dois dos meus últimos comentários foram censurados sem explicação pelo colunista do SH.

Os dois eram contundentes contra a argumentação falha dele e os métodos de seleção da maçonaria, fui polido como de costume, porém, as informações que eu relatava e as argumentações que fazia devem ter obrigado o locutor a seciar meu direito de expressão.


Um abraço aos queridos irmãos,
Pedro Padilha

Pedro Monteiro said...
May 2, 2008 at 6:25 PM  

Mais um dia se passou e meus comentários não foram publicados. Acho que botaram em prática a regra: não me agrada, não pode.

E o e-mail enviado aos donos do blog?
Me parece que não vai ser respondido...


É aquela máxima; quem não deve não teme. Esse tipo de proibição nos comentários só mostra a má intenção do tal DD com sua coluna.


Um abraço a todos!

Ps.: Temos que intensificar nossa luta, afinal, são dezenas de jovens inocentes em jogo.

Pedro Monteiro said...
May 3, 2008 at 6:18 AM  

Trecho de um dos comentários que fiz e ainda não foi publicado:

"Olá meus irmãos! Sobre sinais com as mãos, gostaria de deixar claro que o sinal feito por bandas de rock, o CORNA, não tem nada a ver com amor, surf culture, nem nada do tipo.O sinal é uma antiga forma de invocar energias inferiores (acho que alguém já alertou isso aqui) e até figura na bíblia satânica (Anton Lavey). Sobre o Albert Pike, Primeiro queria notar quão evasiva e ludibriadora foi essa afirmação do DD: "Gente suficiente para ter incomodado de verdade algumas Ordens Religiosas fanáticas, a ponto de mandarem batedores para atacar sistematicamente meus textos…" Algumas colocações: 1 - Você acham mesmo que ORDENS RELIGIOSAS estão empenhadas em mandar batedores e bla bla bla contra um cara que faz posts em um blog de diversão? Por favor ! a vida não é um filme da sessão da tarde meus amigos! 2 - Qual o problema do Albert Pike estar ligado a um movimento religioso? Por acasa fazemos distinção religiosa neste blog? É simples pro DD invalidar o comentário de qualquer um de outra religião senão a dele ! até pq são estas pessoas que possuem argumentos pra refutar as afirmações dele. 3 - O DD usar o texto do Albert Pike e confirmar dizendo: "Você é um cara esperto… certamente deve ter percebido que eu recortei-e-colei sua resposta de propósito, já que obviamente eu poderia ter dado uma resposta bem mais elaborada a ela " É no mínimo pouco polido. Mostra como ele se vale do posto de locutor para dar sempre sua versão dos fatos. 4 - A resposta ao questionamento sobre o número 40 que o locutor erroneamente substitui por 49 foi a argumentação mais infundada que já viu na vida, se você manipular com "SOMAS CABALÍSTICAS FANTASIOSAS" qualquer número vai chegar ao resultado que você quer..."


Outra coisa que cabe ressaltar. Algum dos leitores da coluna reparou nos discursos discriminatórios e do desrespeito a terceiros como o Pe. Quevedo? E uma de suas colunas ele chegou a se dirigir a Santo Agostinho usando palavras de baixo calão.
Esse tipo de comportamento bate com a figura do cara que se diz evoluído e com os chacras abertos?!
Interessante é pesquisar o comportamento escrito desse DD, vocÊs vão reparar que o discurso não bate com a prática.

Um abraço!
Pedro Henrique

Pedro Monteiro said...
May 3, 2008 at 6:28 AM  

cara vc provavelmente nunca viveu em meio Maçonico....sinceramente...eu vivo nesse meio tem muito tempo e conheço diversos maçons católicos (até pq no Brasil eram maioria)....Meu pai é Maçom, desde que terminei minha Crisma nunca mais tinha ido para um Missa (terminei bem antes de meu pai se tornar Maçom), vc acrdita que depois que meu pai se tornou maçom é normal a gente ir para a MIssa é até comungamos.

o maior problema nisso tudo é DD considerar a Igreja Católica uma inimiga.
O que eu nem Meu Pai vemos e pelo que vi nem os TIos (os outros Maçons, se naão entendeu)...

EU converso muito com meu pai sobre a Maçonaria.

Mais um detalhe é categoricamente colocado nos LandMarks maçônicos que NÃO pode discutir sobre RELIGIÃO dentro de loja.

outra coisa que acredito esta muito ligado a OTO de negócio das EONS que passamos por eras...sendo que a cada era entramos em um novo nível de conhecimento a Igreja Católica estã contida em uma que era ressaltada a submissão a um DEUS que pelo que sei ja passamos e estamos entrando em um novo ponto no qual resaltamos o Deus interior.

Mas existe uma certa entrelaçe entre essas eras, um periodo de transição....

o maior problema que vejo atualmente nas Igrejas é uma e considerar inimiga da outra.
EU acho isso um erro muito IDIOTA.

Pois as Religiões não passam de grupamentos politicos, pq existem várias religiões ligadas a Biblia é por intervençaõ divina, se não houvessem mais de uma possibilidade de entender a Biblia não existiram tantas.
O grande "Porque" estão nas possibilidades de interpretações de cada um e é dei que eu afirmo que existe uma religião para cada pessoa pois ninguém interpreta um fenomena tão pessoal quanto DEUS ou JESUS....eles não são coisas materiais ou palpáveis eles estão muito ligados a sua Fé e de como a interpreta...

E para interpretar algo temos os nossos conhecimentos, nossas provações, nosso dia-a-dia

quanto ao Negócio da Maçonaria ser herdeira dos Templários eu já sabia que num era bem por ai pelo muito que já li e melhor do que um Maçom para se perguntar e eu fui e perguntei para meu pai o máximo que pode ter acontecido foi de Templários terem se refugiados em Templo Maçonicos, não que a Maçonaria seja herdeira pode até ter alguns conhecimentos trocados mas assim como tem tb dos RosaCruzes

tome cuidado com textos de Albert Pike viu....ja vi maçons falando mal dele, ja li em sites de Lojas que tb não falavam bem dele....


quanto ao Livre e de bons costumes leia isso aqui:
http://blogdomacom.blogspot.com/2007/05/livre-e-de-bons-costumes.html

Bolis said...
May 3, 2008 at 4:07 PM  

"Amai-vos uns aos outros como eu vos amei" Infelizmente não é isso que percebo neste veículo. Mas eu os amo acima de tudo.

Sou Aquele que chora ao lado direito do Pai. Derramo lágrimas de felicidade aos poucos, estes que não se encontram aqui, e lágrimas de tristeza e decepção que se perdem no profundo oceano da ignorância, como promovida por todos que se envolvem neste veículo.

Vocês amam a mim ou ao seus egos mesquinhos que perdem tempo com tais atitudes agressivas?

Apenas um único e verdadeiro mandamento deve predominar sobre todos: "Amar a Deus sobre todas as coisas"

Não percam tempo cultivando o ódio e o rancor. Se vocês se sentiram ofendidos é porque o ódio mora em seus corações. O ódio não mora em mim e nem em meu Pai.

Como amar a Deus se perdem tempo cultivando e materializando tais gestos negativos?

Pedro muito me decepcionou ao apedrejar Simão. Hoje Pedro choras junto a mim.

Não repitam o que não condiz a mim e a meu Pai. O Reino de Deus não pertence apenas a humanos cristãos, e sim àqueles humildes e puros de coração.

Com amor,
Aquele que vos guarda Dia e Noite.

Anonymous said...
May 8, 2008 at 10:01 AM  

Post a Comment